Capa / Notícias de Piracaia / PARÓQUIA SÃO BRÁS PIRACAIA

PARÓQUIA SÃO BRÁS PIRACAIA

sao_bras_4Histórico
De acordo com o livro de tombo da Paróquia de Santo Antonio da Cachoeira, nossa paróquia mãe, a Capela de São Brás foi construída em 1940.
Dado o crescimento da comunidade, sua perseverança, fé união e trabalho fraterno, o bispo da época, Dom Jose Maria Pinheiro, criou, em 1 de dezembro de 2007, a área pastoral de São Brás e confiou ao Padre Francisco Edicarlos Colares Bicas, para que junto com o povo, criasse a Paróquia de São Brás.
Com a graça de Deus, aprovação do conselho de presbíteros e o desejo do povo , Dom José Maria Pinheiro assinou o decreto de ereção da Paróquia em 30 de Maio de 2008, na solenidade do Sagrado Coração de Jesus e deu posse ao primeiro Pároco: Francisco Edicarlos Colares Bicas.
Com a criação da Paróquia e a presença do padre no meio do povo, a comunidade começou a crescer cada vez mais.
A festa do padroeiro que antes era celebrada em um só dia, agora tem toda uma preparação. Iniciamos a festa com a peregrinação da Imagem de São Brás visitando as capelas que fazem parte da Paróquia. Logo em seguida, à novena com participação de padres convidados e comunidades que celebram conosco.

Em toda a diocese, nossa Paróquia é a única dedicada a SÃO BRÁS.

PARÓQUIA DE SÃO BRÁS
Endereço: Rodovia Jan Antonin Bata, Km 86 – Batatuba – Piracaia – SP
Fone: (11) 4036-7085

 

ORAÇÃO DE SÃO BRÁS

 

Ó bem aventurado São Brás, que recebestes de Deus o poder de protegeros homens contra as doenças da garganta e outros males. Afastai de mim as doenças que possam me afligir, conservai minha garganta sã e perfeita para que eu possa falar corretamentea assim proclamar e cantar os louvores de Deus. São Brás, que a fala que sair de minha garganta seja sempre:
De verdade e não de mentira;
De bondade e não de aspereza;
De justiça e não de calúnias;
De compreenção e não de intransigência;
De perdão e não de condenação;
De desculpas e não de desacato;
De respeito e não de desacato;
De conciliação e não de intriga;
De calma e não de irritação;
De desapego e não de egoísmo;
De edificação e não de escândalo;
De ânimo e não de derrotismo;
De conformidade e não de lamúrias;
De amor e não de ódio;
De alegria e não de tristeza;
De fé e não de descrença;
De esperança e não de desespero.
São Brás, conservai minha garganta de todos os males e doenças, para que minhas palavras possam vos louvar sempre.
Assim seja!
Amém!

 

Fonte: Diocese de Bragança Paulista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>